Como funciona a sessão de constelação familiar com bonecos?


A Constelação familiar é uma abordagem terapêutica que foi desenvolvida e disseminada por Bert Hellinger acerca das "ordens do amor".


Segundo essa abordagem, os sintomas são nossos amigos e estão ali para mostrar algo que não vemos. Eu costumo dizer que a constelação familiar é como um raio x interno. Ela não cura o sintoma, ela mostra a imagem interna que causa esse sintoma. Ela traz à luz o que está além do aparente. O aparente pode ser por exemplo, uma dificuldade no relacionamento amoroso, na vida financeira, prosperidade, pode ser fracasso profissional, insegurança, uma tristeza ou vazio sem motivos significativos, brigas familiares, entre outros sintomas.


Quando o cliente chega para a sessão, iniciamos com a pergunta básica: “Qual o tema deseja constelar?” O que tem sido difícil na vida?

Na sequência são importantes algumas perguntas como: quem pertence a família, se existem natimortos, abortos, se algo trágico ou algum acontecimento especial aconteceu na família que tenha marcado o destino de alguém, se os pais ou avós tiverem casamentos anteriores ou relacionamentos amorosos significativos.


Então iniciamos a constelação usando os bonecos como âncoras para representar o sistema familiar. Através do campo morfogenético, um campo de informações que podemos acessar, percebemos através de sensações e sentimentos o que o campo familiar mostra. Então percebemos os desequilíbrios, as exclusões, a desordem e qual postura o cliente está conectado que tem trazido tal sintoma. Então a imagem de solução é apresentada ao cliente para sair de seus emaranhamentos.


O cliente, diante da imagem de solução do problema, precisa deixar elaborar e reverberar nele essa imagem, deixar-se ser "tocado" por ela e levar essa percepção da imagem e da postura de solução para colocar em prática na sua vida.

Após a constelação, é importante que o cliente evite contar sobre, tentar "entender", explicar... Essa tentativa de compreensão e racionalização, tira o cliente do essencial, que é o "sentir", as sensações que ele experimentou durante a constelação. Pois está nesse "sentir" a força que o cliente precisa para seguir na postura de solução.


Se tem dúvidas,me chama no insta @fabianedeoliveiraterapeuta ↴

https://www.instagram.com/fabianedeoliveiraterapeuta/

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo